Monthly Archives: Maio 2013

“Museus (Memória + Criatividade) = Mudança Social”

Este é um blog que procura informar e cultivar todos aqueles que tem gosto pelo saber mais, por isso, hoje abri uma excepção, e em vez de esta semana publicar o post ao domingo, publico hoje, até porque amanhã não faria qualquer sentido avisar o que decorre neste dia 18 de Maio, Dia Internacional dos Museus.

O tema desta 36.ª edição é “Museus (Memória + Criatividade) = Mudança Social” – um tema que condiz mesmo com este blog que também incentiva à mudança de hábitos =)

Este sábado os museus e monumentos da DGPC estão com entrada gratuita (à excepção do PNAjuda), e até ao final do dia há imensas actividades para cultivar a sua cultura. Não perca as inaugurações de exposições, visitas encenadas, peças de teatro, dança e cinema, concertos, ateliês para os mais novos, mostras de artesanato, festivais de gastronomia, entre outras actividades!

Consulte o PROGRAMA GERAL ou a Plataforma on Line do imc. Também lhe deixo aqui alguns dos programa de Norte a Sul:

NORTE

Em Serralves, no Porto, as comemorações incluem entrada gratuita (dia 18, todo o dia; dia 19, das 10h às 13h), uma oficina e um percurso para famílias  intitulado “Formas do Meu Museu” (dia 18, das 15h às 18h; dia 19, das 10h às 13h), um percurso pelo Parque de Serralves (dia 18, das 17h30 às 18h30) e um segundo percurso no parque, “Arte na Paisagem” (dia 19, das 11h às 12h).

Durante o dia 18, o Museu Municipal da Póvoa de Varzim tem entrada gratuita. À noite, é organizada uma “Ceia na Época dos Descobrimentos”, que inclui conferência, jantar e animação.

Em Vila Nova de Famalicão, no Museu da Fundação Cupertino de Miranda, a programação inclui entrada livre na exposição da colecção, um concerto da Cappella Musical Cupertino de Miranda (18h) e uma intervenção do Grupo de Teatro Andaime (21h).

Em Guimarães, o Museu de Alberto Sampaio programou ateliers sobre a sua colecção, “Teatro de Sombras”: “Lenda de Santa Margarida” (15h30) e “Lenda de Santa Catarina da Penha (21h00) contam histórias da cidade, enquanto uma visita encenada conduz o público pelas várias salas do museu através da perspectiva do seu primeiro director, Alfredo Guimarães.

CENTRO

A 18 de Maio, o Castelo de São Jorge, em Lisboa, promove “Uma Noite no Castelo” (das 20h30 às 00h) com entrada gratuita. A animação fica a cargo dos grupos Oficio Bélico, Danças com História e Ambifalco.

Museu da Música, em Lisboa, tira um dos seus tesouros da vitrina e propõe um concerto de Joana Bagulho a interpretar música ibérica dos séculos XVI e XVII e música portuguesa do século XXI numa das peças mais relevantes da colecção: o cravo que Joaquim José Antunes construiu em 1758.

No Centro Cultural da Nazaré, uma antiga lota, é inaugurada a exposição “O Espírito dos Lugares – Cenários para um Património Imaterial” e actuam o grupo coral da Universidade Sénior da Nazaré/Academia Municipal das Artes e o grupo folclórico Flores do Campo, de Valado dos Frades, com danças alusivas às práticas agrícolas e tradições populares valadenses.

Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, inaugura as exposições “A Encomenda Prodigiosa – Da Patriarcal à Capela Real de São João Batista” e “MNAA Olhares Contemporâneos – A Arca Invisível” (às 18h e às 22h, respectivamente). Estão também previstas visitas às outras exposições patentes, bem como uma oficina de pintura para crianças a partir dos 6 anos, intitulada “Dar forma e cor à minha árvore”.

Os museus de Cascais comemoram a data mantendo vários dos seus espaços abertos durante mais tempo do que é habitual e ao longo de mais dias: de 13 a 19 de Maio, é possível ver o Moinho de Armação Tipo Americano, em Alcabideche; visitar um mercado medieval e entrar em aventuras com piratas no Forte de Oitavos, a caminho do Guincho; passear a bordo do antigo galeão de sal Estou Para Ver; ir ao circo no Farol-Museu de Santa Marta, em Cascais; ou visitar o Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades de Faria, no Monte Estoril.

Museu Colecção Berardo (Lisboa) tem programadas, para os dias 18 e 19 de Maio, uma série de iniciativas para os mais novos, como “Cozinh’arte” (dos 2 aos 4 anos), o “Dicionário Surrealista” (dos 5 aos 10 anos) e “Uma Noite no Museu Colecção Berardo: Detectives no Museu”, em que crianças dos 7 aos 12 anos podem pernoitar (por €60, incluindo jantar). Os adultos podem optar pelas diversas visitas guiadas às exposições, como “Marcas da Cultura Pop na Colecção Berardo” feita pelo crítico do PÚBLICO José Marmeleira.

Museu da Ciência da Universidade de Coimbra oferece uma série de actividades ou relacionadas com as suas exposições, como “Alberti Digital” (visita guiada às 16h e às 21h), ou dedicadas aos mais novos, como “Hadoken-Ing no Chimico” (das 15h às 20h).

SUL

Em Elvas, a partir das 10h, é proposta pelo CECHAP (Centro de Estudos de Cultura, História, Artes e Património) uma visita à cidade e ao seu património cultural riquíssimo, bem como a dois museus: o Museu de Arte Contemporânea de Elvas (e a exposição “Traços, Pontos e Linhas – Desenhos da Colecção António Cachola”) e o Forte de Santa Luzia – Museu Militar.

Museu de Évora divide as suas actividades por ateliers como “Objectos e brinquedos ópticos relacionados com a imagem e o cinema” (11h30) e espectáculos como “Daqui Vê-se Melhor” (15h) ou “Baile das Histórias” (16h).

Adquira este novo hábito, todos os anos, ao dia 18 de Maio, cultive a sua cultura, explore os museus do seu país!

Image

fontes:

http://lazer.publico.pt/noticias/319956_18-de-maio-dia-internacional-e-noite-dos-museus

http://www.imc-ip.pt/pt-PT/iniciativas/actividades_imc/ContentDetail.aspx?id=4792

fonte da imagem:

http://www.imc-ip.pt/

Ribeira das Naus – Lisboa

Este post, como o título indica, vai falar um pouco sobre a Ribeira das Naus, em Lisboa e ainda em fase de construção (apenas a 1ª fase está concluída).

No outro dia, comentavam comigo o seguinte: “Acho muito mal uma zona nova, como a Ribeira das Naus, não ter pista para ciclistas, não faz sentido nenhum” . Deduzo que haja mais pessoas a pensarem o mesmo e por isso este post vem hoje esclarecer a inquietação deste senhor e dos que pensam o mesmo.

Se repararem, assim que se entra na zona da ribeira das naus temos uma placa que indica aos automobilistas que não podem circular a mais de 30 km/h. Assim, esta é uma Zona 30, o que significa que além da velocidade dos veículos estar limitada a 30km/h, todas as vias de circulação, mesmo de sentido único, podem ser utilizadas nos dois sentidos pelos ciclistas. As entradas e saídas desta zona são identificadas por sinalização e toda a zona apresenta um ordenamento do espaço público coerente com a limitação de velocidade aplicada. A Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária 2008-2015 (ENSR) tem fixado esta medida como uma das suas acções-chave.

Este conceito de Zona 30 tem como objectivo melhorar as condições de segurança das deslocações, em particular dos peões e dos ciclistas, através da imposição de uma velocidade limite de circulação reduzida e de medidas ao nível do desenho urbano (como por exemplo a curva bem pronunciada que se encontra na Ribeira das Naus). Ao se limitar a velocidade a 30km/h leva a uma alteração progressiva do comportamento dos condutores, o que por sua vez leva a uma circulação com mais segurança, permitindo uma utilização mais equitativa do espaço público, e assim não é necessário uma ciclovia!

Adquira este novo hábito, procure informar-se para poder comentar com sabedoria!

Image

fonte:

http://www.conferenciamobilidade.imtt.pt/pacmob/acalmia_trafego/Acalmia_de_Trafego_Marco2011.pdf

fonte da imagem:

images.google.com (imagem editada)

A sua opinião importa!

Mais um mês, mais um apelo à sua opinião 🙂

Como a sua opinião importa e quero ajudar a ter uma opinião mais formada (para uma boa opinião sobre um determinado tema é importante estar bem informado sobre esse tema), para tal proponho ajuda-lo a chegar a informação até si, pelo que no início de cada mês diga-me que temas gostava de ver abordados e/ou o que achou dos post’s do mês anterior:

Economia e Ambiente

Um raio de sol pode ser ‘fatal’

Ajudar com um pequeno novo hábito ao fazer o seu IRS

Obrigado pela sua colaboração!

Image

fonte da imagem: http://images.google.pt/