Tag Archives: Gases de efeito de estufa

A “bipolaridade” de São Pedro

Image

Como já devem ter percebido, o título do post foi inspirado na imagem acima que circula pelo facebook.

Acho que estas últimas semanas têm sido bastante demonstrativas das alterações climáticas, por isso o post desta semana aborda o percurso deste tema e deixo também algumas FAQ do IPCC*.

As alterações climáticas (AC) é um tema que vem desde 1990, quando foi produzido o 1º relatório do IPCC, e nessa altura as alterações climáticas eram apenas uma suspeita, o que se sabia era que caso esta viesse acontecer, então as consequências seriam muito graves. Em 1992 é formado a Convenção das Alterações Climáticas. O 2º relatório foi produzido em 1995 e provava as AC, mas ainda não confirmava a envolvência do Homem. Por precaução, em 1997, surge o Protocolo de Quioto, que já todos ouvimos falar. Em 2001, no 3º relatório, é confirmada a contribuição do Homem nas AC, e em 2007 sai o 4º relatório que prova inequivocamente a relação do Homem nas Alterações Climáticas.

Portanto, se tiver alguma dúvida da relação do Homem nas Alterações Climáticas convido-o a ler o 4ª relatório =P

Se quiser apenas tirar algumas dúvidas, pode sempre ver se a encontra nas FAQ.

Lutar contra as Alterações Climáticas é sem dúvida um grande desafio e por isso todos os gestos são preciosos. Claro que as alterações de grandes empresas certamente terão um impacto maior que uma alteração feita por cada um de nós individualmente. Mas lá por o nosso impacto ser muito menor não quer dizer que deva ser ignorado, pelo contrário, devemos de o fazer e tentar contagiar as pessoas a nossa volta, para assim aumentar o impacto positivo das nossas acções.

As medidas que podemos realizar são todas aquelas que estejam relacionadas com a redução dos gases de efeito de estufa (CO2, CH4, N2O), como por exemplo, reduzir o uso do carro; e todas as que estejam relacionadas com a redução do consumo energético, como por exemplo optar por aparelhos com alta eficiência energética (A), desligar da tomada os aparelhos que não usa, durante o dia abrir os estores em vez de ligar as luzes, entre outras que certamente já está familiarizado.

Curiosamente, as medidas amigas do ambiente são também medidas amigas da sua carteira, portanto, em tempos de crise, não tem nada a perder quando ajuda o ambiente. Assim está a ajudar-se duas vezes: monetariamente e contribuindo para que continue a ser possível vivermos neste planeta.

Adquira este novo hábito, não contribuía para as Alterações Climáticas!

*IPCC = Intergovernmental Panel on Climate Change

fonte: conhecimentos adquiridos

fonte da imagem: facebook

Anúncios